Em 1918, uma pandemia conhecida como “gripe espanhola” matou mais de 50 milhões de pessoas no mundo inteiro.
O governo brasileiro a ignorou, tratando-a como gripe benigna, até que os cadáveres começaram a se acumular nas ruas, trazendo desespero a uma população sem hospitais.

Fonte: TV Senado

Compartilhe em suas Redes Sociais