Conversa com Shakespeare, Sócrates, Platão e Aristóteles sobre Ensino a distância (EaD)

* Paulo Milet

Com a pandemia, pessoas que nunca tinham tido algum tipo de experiência em EAD, seja como alunos, professores ou gestores, começaram a se manifestar como se a Educação a Distância tivesse sido inventada em março passado.

Atuando há mais de 25 anos em Educação a Distância (EAD), (ver meu artigo de 1996, disponível no site da FAPESP – https://namidia.fapesp.br/educacao-e-tecnologia/19374),

resolvi então convocar uma reunião com um grupo de especialistas em Educação, Cultura e Filosofia para debater um pouco o assunto.

Chamei:

Wiliam Shakespeare (WS),

E o trio

Sócrates (SO), Platão (PL) e Aristóteles (AR) para debaterem comigo, Paulo Milet (PM).

Claro que a reunião foi virtual (aliás eles só funcionam assim há muito tempo!) (**) 🙂 …

PM– Bom dia a todos! Como estão? Desculpem se incomodo!

WS – Para o trabalho que gostamos, levantamo-nos cedo e fazemo-lo com alegria!

PM – E a turma da Grécia? Não vai falar nada? Precisamos do seu vasto conhecimento.

SO- Só sei que nada sei, e o fato de saber isso, me coloca em vantagem sobre aqueles que acham que sabem alguma coisa.

PL–  A parte que ignoramos é muito maior que tudo quanto sabemos.

SO– Não sou nem ateniense, nem grego, mas sim um cidadão do mundo.

 

PM– Nossos educadores e governantes se preocupam com as crianças e jovens que estão em sala de aula e muitos acham que é cedo para EAD.

PL -A orientação inicial que alguém recebe da educação também marca a sua conduta ulterior.

 

PM– E, talvez pior que isso, vejo poucos preocupados com os adultos que evadiram da escola, pararam de estudar ou estão no mercado com o conhecimento defasado.

PL – Devemos aprender durante toda a vida, sem imaginar que a sabedoria vem com a velhice.

PM – É isso que defendo. o LIFELONG LEARNING é essencial no nosso país e principalmente com as mudanças causadas pela tecnologia. Novas profissões vão surgir. As pessoas devem ter isso em mente e aprender com prazer.

WS – O que não dá prazer não dá proveito. Em resumo, senhor, estude apenas o que lhe agradar.

SO– O homem para ser completo tem que estudar, trabalhar e lutar.

PL– A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento

 

PM –  Tenho encontrado muitos “especialistas” em EAD que afirmam muitas coisas sem estudar e aprofundar e acham que EAD é igual a vídeoaula. Não é só isso!  

Tem: MICRO LEARNING, MASTERY LEARNING, ADAPTIVE LEARNING, FLIPPED CLASSROOM…

AR – Não há só um método para estudar as coisas.

AR – O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete.

PL – Não eduques as crianças nas várias disciplinas recorrendo à força, mas como se fosse um jogo, para que também possas observar melhor qual a disposição natural de cada um.

PM – Isso mesmo, tem a GAMIFICAÇÃO também que facilita o aprendizado!

PM – O papel dos professores tem que mudar. Não faz sentido um professor que apenas repete o que já está escrito, tanto faz se presencialmente ou em vídeoaula e acha que os alunos estão aprendendo.

SO – Eu não posso ensinar nada a ninguém, eu só posso fazê-lo pensar.

AR – A alegria que se tem em pensar e aprender faz-nos pensar e aprender ainda mais.

 

PM – Então o papel do professor é atuar como um CURADOR DE CONTEÚDO, selecionando, surpreendendo, provocando e incentivando os alunos a ler e pensar. Certo?

WS – Uma coisa bela persuade por si mesma, sem necessidade de um orador.

AR – O começo de todas as ciências é o espanto de as coisas serem o que são.

 

PM – Várias mudanças já estavam previstas para os próximos anos, mas a pandemia acelerou tudo e pegou muitos de surpresa! Precisamos cuidar de quem não tem recursos e prepara-los para as novas profissões e, mais ainda, novas habilidades (SOFTSKILLS) para qualquer profissão.

PL– Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida.

WS – Não basta apenas soerguer os fracos; devemos ampará-los depois.

AR – Educar a mente sem educar o coração não é educação.

 

PM – Temos que ter em mente os aspectos Pedagógicos (para crianças), Andragógicos (para adultos) e Heutagógicos (auto aprendizado), mas o importante em qualquer dessas visões é que o foco seja no APRENDER e usar todo o conhecimento do mundo que está à disposição de todos na Internet.

WS – O que é que há, pois, num nome? Aquilo a que chamamos rosa, mesmo com outro nome, cheiraria igualmente bem e, completando, ninguém poderá jamais aperfeiçoar-se, se não tiver o mundo como mestre.

 

PM – Percebi em vários educadores, governantes e mesmo universidades, a preocupação com os alunos sem acesso à internet e muitos ficaram parados para não produzir mais distância entre quem tem e quem não tem recursos. Alguns falam em falta de consciência.

WS – O sábio não se senta para lamentar-se, mas se põe alegremente em sua tarefa de consertar o dano feito.

WS – É comum perder-se o bom por querer o melhor

PL – O começo é a metade do todo.

WS – Consciência é uma palavra usada pelos covardes para incutir medo aos fortes.

 

PM – Sócrates, o que você acha dessas salas de aulas com um professor à frente, 40 alunos recebendo a mesma informação no mesmo momento, independente do que já sabem, são ou gostam?

(SO) … há homens que serão persuadidos por certos discursos, enquanto os mesmos argumentos terão pouca ação sobre a alma dos outros.  É mister que o orador que aprofundou suficientemente os seus conhecimentos seja capaz de discernir rapidamente, na vida prática o momento exato em que é oportuno usar uma ou outra forma de argumentação . ..

(PM) ótima resposta! Essa é a PERSONALIZAÇÃO da educação. Mas isso é praticamente impossível no ensino presencial. Se associarmos sistemas inteligentes que possam identificar permanentemente o perfil e saber de cada aluno é possível ao aluno aprender conforme você prega há tantos séculos!

 

PM – Acredito que um desafio para todos é viabilizar CONECTIVIDADE geral e métodos modernos de EAD, para que todos possam aprender a qualquer hora (ANYTIME), em qualquer lugar (ANYPLACE) e no seu próprio ritmo (PERSONALIZADO). Mas existem reações achando que aprender à distância é um mal.

SO – Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância.

AR – Todos os homens, por natureza, desejam saber.

PL – Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.

WS – Não existe o bom ou o mau; é o pensamento que os faz assim.

 

 PM – Para encerrar, vocês acham que devo brigar mais para convencer mais gente que a EAD é uma solução fundamental para o crescimento do País? Até a ONU aprovou um dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS4), até 2030, que só é viável com EAD. Muitos acham que EAD é uma barreira e não uma ponte!

WS – É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada.

PL – Às vezes você tem que levantar paredes, não para afastar as pessoas, mas para ver quem se importa o suficiente para derrubá-las.

 

PM – Obrigado! A conversa foi muito boa! Vocês me inspiram bastante! Vamos fazer outras reuniões como essa para tratar de outros assuntos. Grande Abraço!

 

* Paulo Milet (PM). Formado em Matemática pela UnB e pós-graduado em Adm. Pública pela FGV RJ – Consultor e empresário nas áreas de Tecnologia, Gestão e EaD.

Veja outros artigos em http://eschola.com/artigos/

** Citações retiradas do site O PENSADOR

 

Vocês conhecem nossos cursos por EaD?  Clique aqui!”…  https://inlagsacademy.com.br/minha-conta/

 

 

 

Compartilhe em suas Redes Sociais