Hotelaria, hospitalidade e humanização

Alfredo Martinho – CEO Inlags Academy

Como nosso negócio é educação saúde e bem-estar, não poderíamos de deixar de fora os aspectos da vivência do paciente quando à sua estadia em uma unidade hospitalar.

Muito se fala hoje em desfechos, resultados, experiência do paciente e, para quem já teve alguma experiência como paciente em um hospital, sabe como é difícil a questão do sono durante a internação, independente do motivo que o levou a essa situação.

São experiências não muito agradáveis de inúmeras interrupções pelos diversos profissionais responsáveis pelo cuidado desde os funcionários da alimentação, nutricionistas, técnicos de enfermagem, profissionais de limpeza, supervisor de enfermagem, médico plantonista e etc, adentrando a cada hora no recinto em que supostamente você está procurando facilitar sua recuperação.

É um tema sensível e nesse curso que nossa plataforma disponibiliza, Hospitalidade, hotelaria e humanização.

Após conclusão do Curso o aprendiz estará habilitado a ter um olhar diferenciado sobre a estrutura hospitalar desde as funções patrimoniais que envolvam manutenção, limpeza e higiene, segurança, controle de infecção até os aspectos da hotelaria que contemplam hospitalidade e humanização.

Nesse artigo abaixo é apresentado um interessante trabalho sobre os programas relacionados à qualidade do sono dos hóspedes.

Capa: Shutterstock / Monkey Business Images

Boa leitura!

 

Programas de sono podem dar aos hotéis uma vantagem
POSTADO EM 17 DE NOVEMBRO DE 2020. POR LIZ TERRY

A saúde do sono e o papel dos setores de spa, bem-estar e hospitalidade foram o assunto de um painel animado recente na Flórida.

Moderada por Allison Howard, fundadora e CEO da Nollapelli, a sessão, intitulada Sono: A Fundação de Saúde e Hospitalidade, ouviu as opiniões de Francisco Levine do fornecedor de camas inteligentes, Bryte; Tammy Pahel, da Carillon Miami; e a pesquisadora do sono Dra. Rebecca Robbins, com contribuições de Anna Bjurstam, da Six Senses.

Os painelistas concordaram que o sono é uma das áreas menos pesquisadas em viagens.

Robbins disse: “Conduzimos um estudo com 800 viajantes recentes e perguntamos a eles sobre a qualidade do sono e a vontade de retornar a um hotel.

“Verificamos que a qualidade do sono é geralmente muito ruim, mas nas ocasiões em que as pessoas dormiam melhor em um hotel, era muito mais provável que falassem sobre isso e voltassem para outra estadia.

“Observamos fatores que eram fortes preditores da qualidade do sono – alguns eram óbvios, como um bom travesseiro ou colchão fantástico, mas também encontramos coisas surpreendentes, como a presença de um plug perto da cama!

Pahel disse que os hotéis encaram o sono como uma variável, dizendo: “Se você está no ramo de hotelaria, o padrão da Forbes é o que você vive e respira, mas uma das grandes coisas que estamos perdendo é um programa de sono, porque ele irá separar você de outros hotéis de luxo. ”

Ela explicou que a Carillon pretende ser um líder em bem-estar, dizendo: “Adicionamos camas Bryte para ver como as pessoas vão reagir. Essas camas digitais coletam dados sobre como as pessoas dormem e serão um divisor de águas na forma como prestamos serviço.

Bjurstam falou sobre o que a Six Senses faz, dizendo:” Trabalhamos com o especialista em sono, Dr. Breus, temos lençóis anti-umidade, um menu de travesseiros, camas especiais feitas à mão, máquinas de ruído branco e umidificadores, além de deixar o ambiente com a temperatura certa e oferecer lanches e programas de ioga ou ioga nidra na hora de dormir.

“O sono é maior do que apenas o tempo que você passa com os olhos fechados “, Disse Bjurstam,” é sobre seu bem-estar durante todo o dia. “

Os membros do painel sugeriram que os spas poderiam abrir mais tarde para oferecer tratamentos relaxantes para ajudar as pessoas a relaxar, oferecer remédios de ervas, criar santuários de sono e eliminar toda a luz dos espaços de dormir.

Para ler a matéria no original copie e cole o link abaixo em seu navegador:

https://www.spabusiness.com/wellness-news/Sleep-Bryte-GWS-Global-Wellness-Summit-Francisco-Levine-Dr-Rebecca-Robbins-Allison-Howard-Anna-Bjurstam/346634

VOCES CONHECEM ESSE NOSSO CURSO INÉDITO?

Hotelaria, hospitalidade e humanização

 

 

 

Compartilhe em suas Redes Sociais