Uma boa pedida para o feriado, livros da semana – Nature

24 DE março DE 2021

Se você pensa numa literatura científica de alto nível, com temas instigantes, em livros selecionados por Andrew Robinson que analisa cinco das melhores escolhas científicas da semana, aproveite o feriado e peça no seu delivery predileto (Amazon?).

Deleite-se com assuntos palpitantes, com passagens que mostram como:

  • Newton lucrou com o comércio britânico de escravos,
  • Riscos e benefícios das mentiras que contamos a nós mesmos,
  • Falsificação de preferências,
  • Evidências científicas – contra o Big Sugar.

 

Vida após a Gravidade (Life after gravity)

Patricia Fara Oxford Univ. Imprensa (2021)

A física de Isaac Newton floresceu notoriamente no auto-isolamento, mas, depois de deixar Cambridge em 1696 para dirigir a Casa da Moeda Britânica, ele se tornou “um manipulador metropolitano”. O estudo novo e fascinante da historiadora da ciência Patricia Fara sobre sua carreira em Londres, baseado em uma pintura de William Hogarth, argumenta que suas idéias “vieram para sustentar uma visão de mundo caracterizada pelo controle central, uniformidade e matematização – imperialismo newtoniano”. Fara investiga algo raramente discutido: como Newton lucrou com o comércio britânico de escravos.

Delírios úteis (Useful delusions)

Shankar Vedantam e Bill Mesler WW Norton (2021)

O escritor científico Shankar Vedantam encontrou o silêncio do biólogo e ateu Richard Dawkins quando ele perguntou se alguém confortado em grande sofrimento pela crença na vida após a morte deveria ser despojado dessa ilusão. “A vida, assim como a evolução e a seleção natural … se preocupa com o que funciona”, diz Vedantam. Neste estudo cientificamente informado, provocativo e elegante de autoengano, escrito com o jornalista Bill Mesler, ele explora os riscos e benefícios das mentiras que contamos a nós mesmos para preservar a autoestima, os relacionamentos e as estruturas sociais.

Isto não é normal (This is not normal)

Cass R. Sunstein Yale Univ. Imprensa (2021)

Em 2020, o uso de máscaras faciais durante as compras passou de anormal na maioria dos países para o novo normal. O jurista Cass Sunstein pergunta: como a normalidade se relaciona com o comportamento passado e presente, a sociedade e o governo? Seu poder, ele argumenta convincentemente, origina-se principalmente de nossa capacidade de resposta às palavras e ações dos outros, influenciada por nossa própria “falsificação de preferências, diversos limiares e interdependências” – isto é, até que ponto escondemos nossas verdadeiras crenças, o nível de apoio de que precisamos rejeitar o status quo e a visibilidade do comportamento dos outros.

Helgoland (Helgoland)

Carlo Rovelli Allen Lane (2021)

Heligoland, na Alemanha, viu possivelmente a maior explosão convencional de todos os tempos em 1947, quando a Grã-Bretanha detonou dinamite abandonada durante a guerra. Talvez, musas do físico Carlo Rovelli, a humanidade quisesse apagar o “rasgo na realidade” ali aberto em 1925 pelo físico Werner Heisenberg, com a matemática da mecânica quântica. Isso vê o mundo físico como uma “rede de relações” entre “nós”, ao invés de um grupo de objetos com propriedades definidas. Rovelli desenha a física e a filosofia para leitores em geral, com referências técnicas para especialistas.

Água em Movimento (Moving water)

Amy Green Johns Hopkins Univ. Imprensa (2021)

A Área Agrícola Everglades, na Flórida, é a região mais importante dos Estados Unidos para o cultivo de cana-de-açúcar. Mas o escoamento do fertilizante está arruinando a água. Em 1994, o desenvolvedor imobiliário George Barley, fundador do grupo de campanha Save Our Everglades, disse que eles estavam “em uma encruzilhada”. Depois que ele morreu em um acidente de avião, sua viúva, Mary, começou a lutar. Este livro apaixonado da jornalista ambiental Amy Green narra a batalha política dos Barleys – com base em evidências científicas – contra o Big Sugar.

Nature 591, 524 (2021)

https://doi.org/10.1038/d41586-021-00735-3

 

 

 

 

CONHEÇA NOSSOS CURSOS. CLIQUE NAS IMAGENS PARA SABER MAIS!

Compartilhe em suas Redes Sociais