Usando interfaces cerebrais para aprender sobre a aprendizagem

Bryan Walsh , autor de  Future – 10 de abril de 2021 – Saúde – Axios

Um novo estudo usa uma interface cérebro-computador (BCI) para observar a atividade neural em macacos durante o processo de aprendizagem.

Por que é importante: o estado interno do cérebro costuma ser um mistério – inclusive para nós mesmos – mas as novas interfaces neurais estão tornando mais fácil para os cientistas observar a mente em ação.

Como funciona: em um artigo publicado (clique ao lado para ler o artigo) recentemente na Nature Neuroscience, uma grande equipe de pesquisadores conectou um grupo de macacos a BCIs enquanto os participantes do estudo eram treinados para jogar um jogo básico de computador.

Detalhes: os pesquisadores descobriram que flutuações neurais ocorreram quando os macacos foram surpreendidos por algo acontecendo durante o jogo.

  • Os macacos que mostraram maior envolvimento tiveram melhor desempenho durante as rodadas seguintes do teste, indicando que a excitação e o envolvimento – estados internos que podem ser difíceis de rastrear sem um BCI – podem afetar o ato de aprender algo novo.

O que eles estão dizendo: “Nossa compreensão do que acontece no cérebro conforme se aprende é superlimitada agora”, diz Byron Yu, professor da Carnegie Mellon University e co-autor do artigo. Mas a BCI “nos dá uma janela incrível de como isso acontece.”

Contexto: A tecnologia BCI emergiu como uma área importante de pesquisa científica e, cada vez mais, como tecnologia de consumo à medida que as interfaces melhoraram lentamente.

  • Na sexta-feira, a Neuralink, empresa de Elon Musk, BCI, lançou um vídeo (clique ao lado para ver o vídeo) de um macaco com chips embutidos em cada lado do cérebro enquanto jogava um videogame básico usando apenas seus pensamentos.

Para ler esse artigo original copie e cole em seu navegador o link abaixo:

https://www.axios.com/brain-computer-interfaces-learning-b9fbc05b-5d51-4c8a-bfc5-6cfc1eb420eb.html

CONHEÇA NOSSOS CURSOS. CLIQUE NAS IMAGENS PARA SABER MAIS!

Compartilhe em suas Redes Sociais