Enfermagem em UTI

R$1.699,00

O curso de pós-graduação de Enfermagem em UTI é voltado para profissionais que desejam atuar na assistência ao paciente gravemente enfermo, acometido nas mais diversas situações críticas, ofertando conhecimentos atualizados acerca da estabilidade hemodinâmica em terapia intensiva.

O curso de pós-graduação compõe-se de 7 (sete) disciplinas:

Disciplinas

Carga Horária

Distúrbios Cardiovasculares e Hemodinâmica

60 h

Monitorização Hemodinâmica 

60 h

Distúrbios Renais e Hemoderivados

60 h

Distúrbios Respiratórios e Neurológicos

60 h

SAE no Paciente Crítico  

60 h

Pós-operatório em UTI

60 h

Total

360 h

Metodologia Científica e Projeto Final de Curso (opcional)

60 h

Total

420 h


Carga horária total: 420 horas

Faça sua Pré-Matrícula agora!

Categorias: ,
Compartilhe em suas Redes Sociais

Descrição

Descrição

Apresentação

O curso de pós-graduação de Enfermagem em UTI é voltado para profissionais que desejam atuar na assistência ao paciente gravemente enfermo, acometido nas mais diversas situações críticas, ofertando conhecimentos atualizados acerca da estabilidade hemodinâmica em terapia intensiva.

Público-Alvo

O curso de pós-graduação em Enfermagem em UTI é destinado a profissionais da área da saúde como enfermeiros e outros profissionais que desejam se tornar especialistas em atendimento em Unidades de Terapia Intensiva, bem como, a graduados em qualquer área do conhecimento que tenham a pretensão de se aprofundar na temática. 

Carga Horária do Curso

O curso de pós-graduação em Enfermagem em UTI é destinado a profissionais da área da saúde como enfermeiros e outros profissionais que desejam se tornar especialistas em atendimento em Unidades de Terapia Intensiva, bem como, a graduados em qualquer área do conhecimento que tenham a pretensão de se aprofundar na temática. 

 OBJETIVOS

O curso tem como objetivo proporcionar aos profissionais da saúde atualização e discussão sobre os principais temas relacionados à atuação em uma UTI.  

Objetiva, também, contribuir para o alcance de níveis cada vez maiores de excelência em educação continuada, capacitando o estudante a lidar com questões teóricas e práticas relacionadas à assistência de enfermagem em UTI e proporcionar uma visão aprofundada dos temas estudados durante o curso, promovendo, para tanto, a integração e a troca de experiências entre os seus participantes.

MATRIZ CURRICULAR

O presente curso de pós-graduação compõe-se de 7 (sete) disciplinas.

 

Quadro Sinótico

Disciplinas

Carga Horária

Distúrbios Cardiovasculares e Hemodinâmica

60 h

Monitorização Hemodinâmica 

60 h

Distúrbios Renais e Hemoderivados

60 h

Distúrbios Respiratórios e Neurológicos

60 h

SAE no Paciente Crítico  

60 h

Pós-operatório em UTI

60 h

Total

360 h

Metodologia Científica e Projeto Final de Curso (opcional)

60 h

Total

420 h

 

Ementas das Disciplinas

Disciplina I – Distúrbios Cardiovasculares e Hemodinâmica  

Fundamentos e conceitos em hemodinâmica. Metabolismo celular. Reconhecimento e manejo do paciente crítico. Avaliação do paciente crítico. Distúrbios hemodinâmicos. Choque. Tipos de choque. Monitorização hemodinâmica. Procedimentos de monitorização hemodinâmica. Intervenções no paciente hospitalizado. 

Disciplina II – Monitorização Hemodinâmica

Conceitos básicos em monitorização hemodinâmica. Monitorização hemodinâmica invasiva e não invasiva. Reconhecimento e manejo do paciente crítico. Avaliação do paciente crítico. O papel do enfermeiro na monitorização hemodinâmica em UTI. Distúrbios hemodinâmicos. Choque. Procedimentos de monitorização hemodinâmica. Intervenções no paciente hospitalizado. Fluidoterapia. Drogas vasoativas. 

Disciplina III – Distúrbios Renais e Hemoderivados

Anatomofisiologia do sistema renal. Fisiologia renal. Equilíbrio ácido-base. Fisiopatologia renal. Doenças renais. Cálculo renal. Alterações do sistema hematopoético: procedimentos dialíticos, distúrbios hidroeletrolíticos e balanço hídrico. Assistência de enfermagem na Insuficiência Renal Aguda (IRA). Assistência de enfermagem na Insuficiência Renal Crônica (IRC). Assistência de enfermagem para diálise peritoneal e diálise peritoneal ambulatorial contínua. Assistência de enfermagem aos pacientes portadores de afecções do sistema urinário: hemodiálise. Assistência de enfermagem no transplante renal. Doenças renais causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção. Cuidados com os rins. Prevenção de doenças renais.

Disciplina IV – Distúrbios Respiratórios e Neurológicos

Entendendo os distúrbios neurológicos e respiratórios. Definições. Entendendo o processo fisiológico da respiração e dos distúrbios neurológicos. Variáveis que desencadeiam os distúrbios respiratórios. Hipoxemia, alcalose e acidose. Principais doenças que desencadeiam os distúrbios respiratórios. Asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, insuficiência respiratória aguda. Principais doenças que desencadeiam os distúrbios neurológicos. Acidente vascular cerebral, trauma crânio-encefálico. Procedimentos e cuidados de enfermagem quanto aos distúrbios neurológicos e respiratórios. Toracocetense, neurocirurgia e cuidados de enfermagem.

Disciplina V – SAE no Paciente Crítico

Entendendo o processo de sistematização da assistência de enfermagem – SAE. Definição e aplicação. Legislação. Classificação de linguagem de enfermagem. Conceito. Classificação de diagnósticos de enfermagem NANDA – I (North American Nursing Diagnosis Association International). Especificidade do raciocínio clínico. Uso do raciocínio clínico como ferramenta para o processo de enfermagem. Implementação do processo de enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva. Necessidade da aplicação do processo de enfermagem em terapia intensiva.

Disciplina VI – Pós-operatório em UTI

Riscos e avaliação do paciente em pós-operatório. Riscos preexistentes. Avaliação do paciente. Assistência de enfermagem. Sistemas a serem avaliados. Complicações pós-operatórias. Possíveis complicações no atendimento pós-operatório. Assistência de enfermagem no período pós-operatório. Caracterização da passagem de plantão entre o centro cirúrgico e a UTI. A humanização da assistência na Unidade de Terapia Intensiva. Humanização da assistência na unidade de terapia intensiva pediátrica. Implantação do diagnóstico de enfermagem em uma unidade de Terapia Intensiva.  

 

Disciplina VII – Metodologia Científica e Projeto Final de Curso (opcional)*

Metodologia da Pesquisa: Ética e metodologia científica. Integridade da pesquisa, propriedade intelectual e legislação. Plágio e infrações éticas. Modalidades de trabalhos acadêmicos. Consulta em base de dados. Normas técnicas. O planejamento da pesquisa acadêmica. Projeto de pesquisa: estrutura, etapas e detalhes. Revisão de literatura. Projeto Final de Curso: Elaboração de um trabalho monográfico que envolva a exploração extensa de um assunto/tema em particular relacionado ao curso. O trabalho precisa ter um objeto de estudo claramente definido, podendo ser uma novidade ou uma nova perspectiva sobre um contexto, com embasamento teórico relevante.


* A disciplina, por padrão, não será ofertada ao estudante. Só constará no rol de disciplinas a serem cursadas caso o aluno faça a opção no ato da matrícula.

 O PROCESSO DE AVALIAÇÃO

Metodologia da Avaliação

A avaliação dos alunos será realizada de maneira continuada e terá um caráter diagnóstico. Será levado em consideração o caminho percorrido pelo estudante durante a realização do curso, ou seja, sua participação, interação e desempenho nas atividades avaliativas de cada disciplina.

A plataforma adotada oferece uma variedade de ferramentas avaliativas que possibilitam diagnosticar o aprendizado do estudante. Todas permitem que o tutor ofereça ao aluno um feedback, ou seja, um retorno sobre a atividade executada, sobre acertos e pontos a serem melhorados, visando maior compreensão, por parte do aluno, do que foi avaliado e como foi seu desempenho.

As possibilidades de conhecimento sobre erros e acertos acompanhado de comentários referentes aos encaminhamentos do raciocínio do estudante, tornam as dificuldades e os caminhos de sua superação mais visíveis. E, também, pode sinalizar, para o tutor, sobre formas de aperfeiçoar o material didático. Portanto, viabiliza ganhos tanto para o estudante quanto para o docente.

As ferramentas avaliativas variam a depender da escolha do tutor. Exemplos de ferramentas que o tutor pode utilizar:

  • Atividade (atividade que requer o envio do trabalho feito pelo aluno ao tutor);
  • Fórum (permite a discussão entre usuários, mas não em tempo real);
  • Enquete (permite criar questionários com diferentes tipos de questões no intuito de coletar dados dos usuários);
  • Questionário (permite ao tutor criar e configurar questionários com questões de variados tipos);
  • Glossário (permite aos participantes criar e manter uma lista de definições);
  • Chat (permite conversa entre os participantes em tempo real);
  • Pesquisa (permite ao tutor criar uma pesquisa personalizada para obter feedback dos participantes).

Atividades avaliativas

  • Cada disciplina apresentará atividades avaliativas por objetivos, de forma a dinamizar o processo pedagógico e a facilitar o aprendizado;
  • Em caso de questionários, os tipos de questões podem variar entre: verdadeiro ou falso, múltipla escolha, dissertativa ou resposta curta;
  • Quando escolhida a ferramenta Atividade, o tutor poderá solicitar resumos, resenhas, dissertações ou algum outro tipo de instrumento textual;
  • Cada disciplina será avaliada por uma nota.

Notas das Disciplinas

  • Cada disciplina terá pelo menos uma atividade avaliativa a compor a nota final. A nota final mínima para aprovação em cada disciplina deverá ser igual ou superior a setenta pontos (70).
  • Para obter a certificação, o aluno deverá ser aprovado em todas as disciplinas.
  • A escala das notas será de 0,0 a 100,0 (zero a cem) pontos.

Dos prazos

O prazo total do percurso acadêmico individual dos alunos, do início do curso a sua conclusão, não poderá ser inferior a seis meses, bem como, ultrapassar doze meses. A partir deste prazo, o estudante será jubilado automaticamente, salvo casos especiais justificados, analisados e autorizados pelos superiores competentes, podendo implicar custos adicionais para o aluno. Após a conclusão, reservam-se dois meses para tarefas administrativas internas e para emissão do certificado.

DO CERTIFICADO

O aluno, para obter o Certificado de Pós-Graduação Lato Sensu, deverá, após ter concluído o curso, com aprovação em todas as disciplinas, apresentar o diploma de curso superior autenticado.

Avaliações (0)

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

WhatsApp Inlags Academy
Enviar via WhatsApp